Globo celeste

Itália

Séc. XVIII, madeira, metal, tela, papier mâché, gesso, papel, 110 cm (globo), 70 cm (base)

Vicenzo Coronelli (1650-1718)

O par de globos (celeste e terrestre) da SGL foi adquirido em 1723 em Haia pelo diplomata João Gomes da Silva, Conde de Tarouca e teve como destino a Biblioteca Real de D. João V. Em 1878 encontravam-se no Arsenal do Exército tendo sido incorporados nas colecções da Sociedade de Geografia de Lisboa.